Di, eu te amo!!!! =*****
 
eu

Marcos, 23 anos, namora a Di, tem uma gata chamada Sofia. Adora música, cinema, HQs, livros, séries de TV, videogames e tudo que é gadget.
Estuda cinema na FAAP, tenta fazer filmes e assiste tudo que tem chance.
Acumula CDs, DVDs e HQs pela casa.
Sonha em ter um quarto só de depósito.
Toma banho quente até no calor e água gelada e sorvete até no frio.
Paulista, paulistano e são-paulino.
Fã de mais bandas e filmes do que dá pra citar. (é melhor perguntar)

musica rock (principalmente alternativo), j-music e jazz.
filmes
principalmente os orientais, mas também filmes indies americanos e Star Wars. Mas eu gosto de assistir de tudo.
msn
*odeio*
icq
ask me
fotolog
audioscrobbler
pillblog
bad obsession
gourmets
lista de presentes
coleção de games na IGN

links

blogs
The Way I See It
Buraco oOo
the utility muffin research kitchen
Muzukashii Mind
Blog Bloody Blog
Losers 4 Ever
No 15
Optimistic
Carpe Diem, Seize the Day
Chibikitsune
Petulância
Piers Platz
Par ou Ímpar
Drop Dead Gorgeous
Faux Raccord
for sleep's sake

musica:
greenplastic radiohead
silverchair.nu
NIN
garbage
covers project
project J
dying days
test 4 echo
ludov
pullovers
NME


hq:
universo hq
omelete
panini
neil gaiman
marvel
newsarama
mutação
the geek out

anime/manga:
animepro
animeblade
anime on DVD
japan guide

cinema:
e-pipoca
dark horizons
imdb
midnight eye
the tarantino archives

games:
planet gamecube
cube europe
ign
uol games

penny arcade

outros:
são paulo net
apple
digital dissent

 

 
Sunday, June 19, 2005

Where do we go from here?

"I need to wash myself again to hide all the dirt and pain
cause' I'd be scared that there's nothing underneath
And who are my real friends?
Have they all got the bends?
Am I really sinking this low?"


Quando eu era menor, ficava espantado com o fato de meus pais terem poucos amigos.
De vez em quando aparecia um ou outro cara, eles bebiam alguma coisa, olhavam o filho (eu), davam risada de algo que eu não entendia e depois iam embora. E só voltavam depois de um tempão. Na verdade, alguns nem voltavam.
Isso sempre me incomodou. Porque meus pais não tinham amigos? Eles não ficavam tristes com isso? Eu me lembro de ter perguntado para a minha mãe o porque disso. A resposta dela foi terrível. Disse ela (não me lembro exatamente das palavras, mas o sentido era esse) que isso era normal para os adultos. Isso me fez ficar com dó dos adultos. E me fez jurar para mim mesmo que isso não aconteceria.
Quase vinte anos depois, para meu desespero, não é que eu me encontro no caminho para que o mesmo aconteça?
Eu nunca fui um cara popular (e geralmente faço questão de não ser), mas sempre tive um número razoável de amigos que eu via regularmente. Alguns deles eu via toda semana. Outros, uma vez por mês e olhe lá, mas já estava bom. De qualquer forma, eu me acostumei a ter amigos por perto. De repente, eu me encontro quase que sem amigos.
Não é que eu tenha OFICIALMENTE perdido meus amigos, o que seria até melhor, pois daria margem para que algo fosse mudado. Mas não, o problema é outro...
Na verdade, cada caso é um caso. Existem aqueles amigos (como a Belle e o Mafra) que estão fisicamente distante, mas eu ainda os considero muito próximos (é claro que a distância física prolongada pode causar outros tipos de distanciamento, mas no momento não é o caso). Muito pior são aqueles que estão por aqui, mas simplesmente não são mais realmente meus amigos. Eu perdi aquela naturalidade, de ligar para a casa de alguém e dizer "Ow, vamos sair, porra!". Parece-me que todos seguiram suas vidas separadas e tornaram-se pessoas diferentes. Alguns eu nem reconheço.
Hoje em dia, a maioria dos meus amigos se foram, dessa maneira não-oficial, que não pode ser contestada. Eu não possi ligar e dizer "Fulano, você não é mais meu amigo!" Ele vai dizer "Sou sim!", desligar e tudo continuará como antes.
E isso tudo me deixa triste. Tudo bem, eu tenho alguns amigos na faculdade (que não fazem isso porque eu ainda os vejo todo dia), tenho uma namorada incrível que eu amo, mas eu sinto falta dos meus amigos. Sinto falta de ir no cinema com bastante gente, sair de tarde para isso e só terminar de madrugada. Sinto falta de ficar falando nonsense, comendo provolone à milanesa e tomando um belo chopp. E de ir na Liberdade quase toda a semana, comer na feirinha ou no Sukiyaki House, alugar cds na Haikai e babar nas coisas da Shinozaki.
Eu só... sinto falta.

NP: Radiohead - My Iron Lung


mrcsh @ 11:16 AM

***

 

Comments: Post a Comment

 
no momento...

filmes
Harry Potter e o Cálice de Fogo **
Marcas da Violência ****

gamecube

Resident Evil 4 **** - Incrível.

ds

Mario Kart DS ****
Sonic Rush ****

iPod + iTunes
usrejects's Last.fm Weekly Artists Chart

HQ
Homem-Aranha 48 *
Marvel Millenium: Homem Aranha 47 ****
Ex Machina **
X-Men 48 o

livro
Matadouro 5 (Kurt Vonnegut) ***
O Guia do Mochileiro das Galáxias ****

ancient history

October 2004 l November 2004 l December 2004 l January 2005 l February 2005 l March 2005 l April 2005 l May 2005 l June 2005 l July 2005 l August 2005 l September 2005 l October 2005 l December 2005 l January 2006 l February 2006 l March 2006 l May 2006 l
flickr

Get awesome blog templates like this one from BlogSkins.com